O que é sistema de detecção de intrusão e quais seus benefícios?

A função de um sistema de detecção de intrusão é alertar o proprietário e, principalmente, a central de monitoramento sobre qualquer violação de um ambiente protegido, seja residencial ou corporativo. Cabe à equipe operacional posicionada na empresa de monitoramento confirmar a veracidade da ocorrência e tomar as providências necessárias e acordadas com o cliente.

Dependendo do porte do local a ser monitorado e das necessidades de cada cliente, um sistema de detecção de intrusão pode variar de um conjunto simples de alarmes para uma residência ou apartamento a uma estrutura mais robusta para empresas e grandes empreendimentos, com outros sistemas como controle de acesso e iluminação.

O grande diferencial do sistema de detecção de intrusão em relação a outras soluções de segurança é seu caráter preventivo e reativo. Preventivo por conta da sua capacidade de inibição de crimes, devido, sobretudo, à presença de estruturas como cercas elétricas, sensores de movimento e alertas sonoros, entre outros.

Já o caráter reativo se deve à reação a uma possível invasão, pois ele reporta a ocorrência para uma empresa de monitoramento no exato momento em que ela ocorre e, assim, permite à central de segurança agir a tempo.

Neste post, veja o que é sistema de detecção de intrusão, conheça um pouco mais sobre as possibilidades dessa solução e confira os benefícios que ela pode trazer para você. Acompanhe!

O que é sistema de detecção de intrusão?

Um sistema de detecção de intrusão é um conjunto de equipamentos e acessórios periféricos de segurança que visam prevenir, inibir e identificar possíveis violações a um ambiente. De uma maneira geral, um sistema de detecção de intrusão é composto por:

Central de alarme

Responsável por supervisionar os ambientes sob proteção, pelo acionamento de sirenes e também pelo envio das informações de possíveis eventos para a central de monitoramento e para o aplicativo do cliente. É por onde passam todas as informações coletadas pelas diferentes estruturas do sistema.

Sensores

São os equipamentos responsáveis por detectar e avisar a central sobre a violação de uma área protegida. Aqui, existem diversos tipos de tecnologias de proteção: desde as soluções acionadas quando alguém ultrapassa uma barreira de feixes infravermelhos até as que detectam movimentações por variação de temperatura ou deslocamento de massa ou a abertura de janelas e portas por alterações nos campos magnéticos.

Dispositivos periféricos

São equipamentos auxiliares do sistema de proteção de ambientes, tais como sirenes acústicas (responsáveis por informar sobre movimentações suspeitas e alertas à vizinhança), módulos para envio de dados à central pela internet (banda larga, Wi-Fi ou rede móvel), entre outros.

Cercas elétricas

Trata-se de um sistema à parte dentro do sistema de detecção de intrusão. Consiste em um eletrificador que transmite a energia para os fios, com o objetivo de fornecer uma primeira barreira de proteção contra invasores. Quando tocada, libera choques fortes que inibem ações criminosas.

Todos esses equipamentos podem ser empregados para diferentes tipos de proteção, cada um com objetivos e características diferentes. Entre eles:

  • Interior – para a proteção de áreas internas;
  • Perímetro – para a proteção de áreas externas, com o objetivo de proteger o perímetro de determinado local;
  • Objetos – utilizado para a proteção de objetos de grande valor, como obras de arte;
  • Anti-furto – para a prevenção de roubos e furtos, muito utilizado em estabelecimentos comerciais.
sistema de deteccao de intrusao

Tipos de sensores

Quando falamos em sistema de detecção de intrusão, é preciso contar com sensores de alta performance, pois há uma linha tênue entre ignorar alarmes falsos e reagir a ameaças reais à segurança.

Um bom sistema de detecção de intrusão consegue eliminar disparos falsos, provocados, por exemplo, pela presença de animais de estimação ou até mesmo fortes correntes de vento. Nesse sentido, temos diferentes tipos de sensores ou detectores que podem ser utilizados em conjunto ou isoladamente. Os principais são:

Sensores de barreira

Essa solução consiste na instalação de pares de sensores que criam uma barreira de feixes de raios infravermelhos, capazes de gerar um espectro invisível de proteção que pode chegar a mais de 2 metros de altura e até 100 metros de distância horizontal em área externa. O alarme é ativado quando há uma interrupção nos feixes, ou seja, quando alguém ultrapassa a barreira. É ideal para instalação em muros complementando cercas elétricas. Também pode ser aplicado a locais sem cercas ou muros, além de áreas como piscinas, estoques e portões.

Sensores de movimento

Há diversos tipos de tecnologias que funcionam por meio de infravermelho ou da combinação entre infravermelho e microondas para identificar movimentações em ambientes.

Esses sensores são capazes de identificar uma invasão pelas variações de temperatura do corpo. Também há modelos que detectam o deslocamento de massa, utilizados para identificar invasões mesmo em casos de tentativa de burlar o sistema com isolantes térmicos, por exemplo.

Uma vez que existem no mercado equipamentos resistentes ao sol, chuva e poeira, esses tipos de sensores também podem ser instalados em áreas externas.

Sensores de abertura

Esses equipamentos detectam a abertura de janelas e portas por meio da alteração do campo magnético. Um sistema mais robusto é capaz de diferenciar uma tentativa de arrombamento em relação a um pequeno distanciamento natural da estrutura da instalação causados por uma trepidação por vento ou passagem de veículo, por exemplo. Desta forma, são mais precisos e evitam disparos falsos.

Com diversos tipos de superfícies para instalação, como vidro, madeira e metal, o sensores de abertura são disponibilizados no mercado com características que se adaptam a cada material de porta ou janela. Alguns modelos são recomendados para portas de aço, enquanto que outros, contam com o kit com fita dupla face para instalação em portas de vidro. Além disso, modelos sem fio facilitam a instalação e eliminam a necessidade de passagens de fios pela estrutura da porta ou da janela.

Benefícios do sistema de detecção de intrusão

Reação

O sistema emite alertas no momento exato que a invasão acontece. Ou seja, se alguém tenta invadir um local (residência ou empresa), o proprietário não descobrirá somente depois do ocorrido, mas será avisado na hora em que a ocorrência acontecer. Assim, é uma solução complementar a sistemas de monitoramento por câmeras, por exemplo.

Rapidez

Todos os módulos do sistema ficam em contato direto com a central da empresa de monitoramento. Assim que houver um disparo, a informação é enviada às equipes que tomarão as devidas providências, seja avisando as autoridades, seja deslocando rondas para o local da ocorrência.

Praticidade

Não são só as equipes da empresa de monitoramento que ganham em agilidade. O sistema de detecção de intrusão é integrado a um aplicativo no qual o proprietário pode conferir informações em tempo real dos ambientes monitorados, além de ter à sua disposição a possibilidade de armar e desarmar alarmes remotamente.

Em resumo, o sistema oferece:

  • Resposta imediata a ocorrências;
  • Solução específica para diferentes tipos de ambiente;
  • Redução de danos;
  • Mais segurança a pessoas e bens.

Para mais conteúdos exclusivos sobre segurança e tecnologia, acompanhe nosso blog. Aproveite e se inscreva em nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *